sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

O nome e URL do site: o maior erro da minha história na Internet

Whiplash parecia um nome muito bom. Sonoro. Único. True. Para quem não sabe, em tradução livre, significa "torcicolo". Você vai em um show de Heavy Metal, e se o show for bom bate a cabeça durante algumas horas e sai de lá com torcicolo. Ou seja, não é apenas um nome sonoro, único e true. É um nome poético. De quebra é tema de algumas músicas do gênero... "Love It Loud" do Kiss... a própria "Whiplash" do Metallica.

Fiquei tão empolgado com o nome que acrescentei uma exclamação para ficar mais forte ainda: Whiplash! Sempre foi unanimidade que o nome era legal. Principalmente depois que eu explicava o conceito.

Mas este nome é a decisão de que mais me arrependo na história do site. :-)

Os motivos são óbvios... hoje...

O nome é difícil de decorar. Se o sujeito não sabe o que é Whiplash, dificilmente vai lembrar da palavra algumas horas depois de ouvir. Dos que lembram a grande maioria não vai saber pronunciar. Dos que souberem pronunciar, a grande maioria não vai saber escrever.

Minha mãe demorou anos para decorar o nome do meu site. Até hoje ela não sabe pronunciar e nem como escrever a URL, e tem de puxar um papelzinho para soletrar para as amigas. As amigas invariavelmente vão anotar errado e não vão conseguir acessar. E ela é minha mãe, que tem o maior carinho por mim e pelo meu site. Imagine um usuário comum. O usuário comum vai levar 10 segundos para achar outro site de Heavy Metal no Google.

Uma URL difícil de lembrar e escrever, meu amigo, é um erro GROTESCO. :-)

Um problema secundário mas também importante. O nome WHIPLASH não contém palavras chave relativas ao tema do site (Rock e Heavy Metal). Com isto eu deixo de ganhar ranking no Google e outros buscadores para estas palavras cada vez que o site é citado.

Infelizmente levei uns 10 anos para perceber tudo isso. Hoje invejo o nome dos concorrentes como Rock Brigade, Rock Online, MundoRock. Rock Online é um primor de objetividade e simplicidade. Invejo o nome (e URL) deles mais do que qualquer outro.

Mudar o nome do site a esta altura é difícil. MUITO difícil. Mais do que toda a publicidade e esforço investidos no nome, tenho cerca de 400 camisas e 150.000 adesivos aqui do lado, com o nome Whiplash. Pior que isso, algumas centenas de milhares de citações ao site na Internet. Pior que isso, algumas dezenas de milhares de usuários que já conhecem o site com este nome. O esforço para mudar o nome a esta altura do campeonato, seria arriscado, e talvez não valesse a pena. E, claro, é melhor investir o tempo em conteúdo ao invés de tarefas complicadas e que podem não dar resultado.

Tendo errado no nome eu poderia ter acertado em outros detalhes relativos a URL. Mas a lei de Murphy é implacável. Eu tinha de errar em todos os mínimos detalhes. :-)

Escolhi usar a URL com .NET no final porque .NET era mais cool. Errado. No Brasil por padrão as pessoas usam a URL com .COM.BR. Embora eu seja dono da .COM.BR e mais outra dezena de variações direcionadas para a URL principal, divulguei o .NET e coloquei o .NET na logomarca do site. Agora não dá mais para mudar.

Outro erro canalha foi não usar o WWW na frente da URL (nem na marca nem nos links espalhados por toda a internet). WWW.WHIPLASH.NET vira um link automaticamente na maior parte dos blogs e editores (até no Word). O mesmo não ocorre com o WHIPLASH.NET. Este erro em especial pretendo corrigir com uma pequena mudança na logomarca e na configuração do site. Vai doer um pouco, mas nada de grave.

Resumindo o que aprendi nestes mais de 15 anos de erros em relação a nomes de sites e URLS:
  1. Nome tem de ser simples, além de único e sonoro e deve conter palavras chave;
  2. URL (no Brasil) tem de ser o nome e começar com WWW e terminar com .COM.BR;
  3. A hora de decidir nome e URL é antes de criar e divulgar o site.

Acredito, mesmo, que teria hoje o dobro de usuários se tivesse escolhido um nome mais simples e a URL correta.

Mas pelo menos Whiplash é um nome sonoro, único e poético. :-)

36 comentários:

  1. *Não subestime nossa inteligência. *Roqueiros são expertos. *Se bem que é difícil mesmo. *Mas a memória é mais esperta ainda \m/// *Pero não sei se é esperta ou experta. *Tentar né \m/// Mudar pra que. *Quando eu digito uma banda no google whiplash tá do lado \m///

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas não custa simplificar. E valeu muito pela força. :-)

      Excluir
  2. Acho desnecessário incluir o WWW. Vai continuar doendo por enquanto, mas é uma dor que vai acabar. E depois você vai ter o mesmo arrependimento que tem hoje por ter escolhido .net.

    A maioria dos maiores sites e portais já pode ser acessado sem www (vide globo.com, terra.com.br, gmail.com). E muita gente se revolta quando vê uma página de erro indicando que tem que colocar o www.

    Outro ponto é que os bons navegadores atuais (o que automaticamente exclui o IE) já ignoram o WWW. Eu, como usuário do Chrome, nem me lembro da última vez que digitei WWW. E estes navagadores tem crescido bastante (e tem sido copiados pelo IE, o que indica que até ele vai prescindir do WWW - se é que já não prescinde, não tenho como saber ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja qual for a URL, tem de funcionar com e sem o WWW. Mas a URL a ser divulgada é melhor que tenha o WWW. Todos os sites que citaste usam a URL com WWW como padrão. Torna mais fácil identificar que se trata de uma URL, principalmente para sistemas automáticos. Mas é realmente um caso a pensar se, no futuro, o WWW cai, e seja melhor manter a minha URL atual. Valeu pelo toque. :-)

      Excluir
  3. E se jogar whiplash no imagens do google, aparece o vilão do homem de ferro...hehe he ...Mas não muda não!!! Tú falando do nome do site, foi igual o Humberto Gessinger falando do nome Engenheiros do hawaii.
    Teu site é foda, minha única(não por falta de opção) fonte de notícia sobre o som(conheço uma galera da antiga que chama o rock/metal & afins de "som"). Depois de um bom show de metal o que sobra mesmo é torcicolo, e zumbido no ouvido...Parabéns pelo site, tô aguardando os adesivos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Postei mais 350 pacotes de adesivos hoje. Em uma semana estão aí. Depois fala o que achou. :-)

      Excluir
  4. JPA, o nome é excelente, pare de reclamar! Se a sua mãe, avó ou amigas da sua avó não conseguem escrever, que se dane! Quem tem que acessar o site são os fãs de Rock e Metal que COM CERTEZA sabem escrever pois vc copiou o título de um clássico absoluto do Metallica. Afinal o objetivo do site é informar os fãs de Rock e divulgar informações à eles (foco principal) ou exibir o site cheio de banners de monstros para a sua mãe fazer inveja com as amigas??? Outra coisa, INVEJA é uma coisa ruim, pare de invejar os outros sites. O nome do seu site é único e foge do comum, Rock isso, Rock aquilo, Rock XXX... Nada original, não acha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não. Não acho. E nem todo fã de rock e heavy metal do Brasil sabe escrever Whiplash de primeira. Acho que menos que metade, ou muito menos que metade, sabe. Mas valeu pela opinião. :-)

      Excluir
  5. Concordo com as dicas xará, mas lembro do Whiplash nos anos 90, bem quando conheci a internet. Os amigos e eu, todos fãs do Metallica, fomos passando um pro outro, pq até então o Whiplash era basicamente único. Até hoje, quando entro na net e quero pesquisar sobre o nosso bom e velho roquenrou a primeira palavra que me vem a cabeça é: WHIPLASH! Você pode ter "errado" no nome, mas acertou em cheio em ter criado um site que se tornou primeiro e único pra muita gente.
    Parabéns pelo sucesso JP, você merece.
    Quando puder, me faz uma visita: http:;;tirasecolocas.blogspot.com
    Roquenrou: filosofia de vida.
    Abração!

    ResponderExcluir
  6. O fato do nome ser ou não fácil de decorar é realmente primordial para um site ou para qualquer mídia voltada para o entretenimento. Até porque escolher nomes é muito complicado. Sabe disso muito bem quem tem banda.

    Mas, João Paulo, como você teve a ideia de fazer um site de metal e rock, o fato de ter colocado um nome em inglês diferenciaria muito no final? Se estivéssemos na Argentina, por exemplo faria um diferencial enorme, mas não é o caso. Sites como Rock Brigade e os outros também são difíceis de entender porque estamos em um país de língua portuguesa, e a grande maioria das coisas voltadas para o metal e rock aqui no brasil são em inglês. Até as bandas do gênero cantam em uma língua estranha para elas, haja vista todo um histórico, etc, etc, etc. Sinceramente, eu só soube o significado de Whiplash (e o site me chamou a atenção por isso) porque eu conheço a música do Metallica e, em minha opinião, que essa é a principal conexão que a maioria dos headbangers, o seu público, fazem. Se fosse um nome tipo Brigada Metal ou Brigada Rock já seria bem diferente, porque aí sim tentaria abranger o pessoal que não gosta de Metal e Rock, não por causa do conteúdo, mas por causa da língua (que seria um primeiro impacto), não acha?

    O que estou tentando dizer é: quem ouve metal e rock já está habituado a lidar com nomes em inglês. Quem não ouve, parece estranho. Se seu público está na primeira categoria, então não acho que importa muito o nome estar em inglês, ou ser difícil de pronunciar ou escrever. Já o fato do WWW e .NET, realmente foi bobagem sua mesmo, ehehehehehe.

    Abraço

    ResponderExcluir
  7. Ser em inglês não é o ponto. Mas sim ser uma plavra em inglês que gera dúvidas. Brigade não gera dúvidas. Online não gera dúvidas. São palavras muito usadas e de entendimento comum ao grande público.

    Mas Whiplash por ser uma plavra pouco usada e com uma ortografia um pouco mais complicada, gera. Este H depois do W é de matar. :-)

    Para citar um parâmetro objetivo (e lembrei que devia ter citado isso na matéria): a palavra chave que mais leva usuários brasileiros do Google para o site é Wiplash (sem o H). Muito provavelmente usuários que esquecem do H, não conseguem mais achar o site e vão procurar no Google. E quando percebi isso a URL WIPLASH.NET já estava registrada.

    Considero cada uma das pessoas que discorda e defende o nome e a URL atual como um elogio. Sinal de que pelo menos por um lado acertei. Valeu. :-)

    Sei que a nota pareceu uma grande reclamação. Mas não é o caso. Erros ocorrem. Paciência. Aprendemos com eles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não dá pra nivelar por baixo. Usuários que não sabem escrever, que esquecem o H ou que tem dificuldade com o inglês não devem ser regra e sim excessão. O nome é excelente pra quem conhece o básico de metal (portanto conhece Metallica) e quem curte rock/metal está mais do que acostumado a lidar com nomes não convencionais de músicas e discos de Rock, como por exemplo: Beneath the Remains do Sepultura ou Seventh Son of a Seventh Son do Iron Maiden.

      Excluir
  8. Ah bom!!! Eu pensei que o principal ponto seria a língua inglesa como um todo e não a questão da forma de escrever. Pra falar a verdade, nem pensei que a forma de escrever o nome do site seria o principal problema.

    Enfim, é como você disse, aprendemos com os erros, não reclamamos deles.

    Abraço

    ResponderExcluir
  9. Fala Joao...
    Cara.. conheco o site desde q tenho acesso a net (uns 15 anos, sei la)... no inicio tinha que recorrer ao yahoo para achar o site pq realmente nao me entrava na cabeca o .NET.. nem a falta do WWW...fora esses Hs no meio... mesmo que digitasse errado o yahoo achava por associacao...
    Ja conversei com vc pelo finado ICQ (ou qq outro instant msg - lembro meu login até hj) naquela época e acompanhei o crescimento do Whiplash mas discordo quanto a mudanca do nome... Pode ser lenta mas as pessoas acostumam... Como exemplo, tem o GrandePremio.com.br.. site de automobilismo do mala do Flavio Gomes (ESPN)... Na mesma época do seu site, conheci o dele - como Warmup.com.br. Depois que o IG incorporou o site, ele alterou para Grande Premio... as 2 URLs enviavam sinal para a mesma pagina e ficou assim por uns 6, 7 anos, sei la.. até que este mês eles desativaram o Warmup.com.br... depois da nova URL ja estar consolidada.. acho q vale a pena se vc tiver uma ideia legal ... Pensei em um mas pra nao perder a ideia acabei de pedir o registro .. hehehe .. esse ninguem tasca ... .com.br ainda...

    Abracao

    Fabio

    ResponderExcluir
  10. Fala JPA,

    Bons e interessantes textos reflexivos aqui no seu blog. :-) Tenho acompanhado com interesse. Comentando sobre este, eu a princípio não gostava do nome Whiplash.net exatamente pelos motivos que você cita, achava algo meio radical demais, o .Net não me parecia uma boa escolha (achei que o motivo era o fato do .Com estar já tomado), mas depois me acostumei e a coisa cresceu de tamanha forma que isso passou a ser meio irrelevante, creio. E eu que sempre achei que "whiplash" vinha de "chicotada"! :-)

    Abraços, Rodrigo Werneck

    ResponderExcluir
  11. Cara, estou super em dúvida se mudo ou não o nome do meu blog. Já comentaram que o nome Viagens Bizarras não passa muita seriedade para um informativo de turismo (o que me faz concordar). Mas acho o nome forte, simples e embora não seja um grande blog ainda, muita gente já conhece esse nome e talvez seja arriscado mudar. Poder me dar uma opinião? Valeu!

    Thaís Costa
    Viagensbizarras.com

    ResponderExcluir
  12. Parabéns pela ideia do blog, João. Ela, de fato, foi inusitada e inteligente.

    Vamos ao post...

    Tudo que falastes, obviamente, faz sentido. Contudo, creio que no momento da criação do site, você não deve ter imaginado a força comercial que ele teria, tampouco tinha a visão que hoje possui.

    Em minha opinião, o nome do Whiplash foi um diferencial grande em relação a outros sites mais 'genéricos', digamos assim. Diferente de um "Rock Online", o nome do site transmite 'conhecimento' e, o mais importante, paixão. Por mais inocente e, dependendo do ponto de vista, ridícula que ela possa parecer.

    Para o seu público alvo, isso é mais importante, pois atrai e passa confiança. Por mais que o Whiplash seja um site de rock genérico, o heavy metal é o diferencial dele em relação a outros sites. Portanto, aí está o seu público fiel que, acredite, conhece a palavra decorada e, talvez, até aprendeu o seu significado após acessar o site. Um nome true, mas não ultra true, para um público majoritariamente true. É isso.

    Em tempo,
    excelente a forma como finalizastes o texto.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo... ele criou (ou copiou) um nome forte como WHIPLASH, que eu gostei desde o início, e se fosse tão ruim como ele diz, o site não teria milhões de acessos. Mas hoje, estranhamente, ele queria que o nome do site fosse Rockisso ou Rockaquilo, pra cair na vala comum sem criatividade da maioria dos sites, Vai entender...

      Excluir
    2. MetalHead, a questão aqui é SEO. Sabe o que é isso?
      Pesquise um pouco sobre a "força" do uso de palavras-chave na URL e vc verá que não tem nada de inveja no que o JPA falou - é apenas uma questão técnica.
      E sim, conheço vários fãs de metal inteligentes, profundos conhecedores da obra do Iron, Metallica, Deep Purple, etc... e que pronunciam "Whiplash" errado (falam 'uaiplash').
      Isso não é nivelar por baixo.

      No início da internet, muita gente fez escolhas "erradas" ao decidir sua URL, como os Titãs, que usavam um estranho "titans.net", priorizando a pronúncia, uma vez que não havia a possibilidade de adicionar acento em uma url.

      Excluir
  13. Cara, lendo o que você postou e pensando aqui comigo, realmente faz sentido. Provavelmente você está certo, levando em consideração a noção de probabilidade, mas preciso dizer:

    Eu decorei o nome Whiplash, com significado, pronuncia e escrita no primeiro dia =).

    Achei extremamente simples, forte e poético como você citou, e acredito que apesar de ter sido um "erro", é como se fosse a bandeira do site.

    De qualquer forma, continue com o bom trabalho. Apesar dos vários outros sites importantes voltados para o conteúdo intelectual do Rock e Heavy Metal, o Whiplash sempre será o meu preferido e unico =)

    ResponderExcluir
  14. Rapaz, acompanho o site quase desde a fundação (creio que desde 1999) e é um dos sites que vejo diariamente. Então, antes de mais nada, parabéns!

    Sobre a questão do nome, eu particularmente gosto bastante (até pela alusão ao Metallica). Para mim, não há dificuldades, mas sou fluente em inglês, então isso muda quando falamos com o brasileiro comum. Sendo um fã do site, detestaria ver o nome mudar. Acho que vale mais a pena investir na marca já consolidada, mesmo com as dificuldades. Nem toda marca surgiu simples, o que vale é quanto você consegue colocar ela na cabeça das pessoas. (vale lembrar que Metallica e Beatles não tem significado nenhum - o que dificulta a assimilação, mas eles impuseram ela ao público, que por fim as aceitaram).

    Quem gosta de rock/metal, conhece o site! E diferentemente dos concorrentes, conheço várias pessoas que m não consultam ou não sabem da existência deles. Você tem um público fiel, o que é uma das coisas mais importantes. Não os inveje. Trabalhe para impor sua marca e superá-los. Independentemente das dificuldades (que são reais, eu sei), ao trabalhar a marca você pode facilmente superar os concorrentes. Não se ressinta pelo nome a esta altura, transforme ele num aliado. Muitas vezes, apesar de não ser o mais simples, ele é o que mais agrada o fã. Como o foco é mais para o Heavy Metal, um nome como Rock Online poderia te obrigar a mudar o foco do site, ao passo que, Whiplash, para quem é fã de metal, é nome conhecido (creio que ao menos 90% a 95% dos fãs do gênero já ouviram este som do Metallica).

    Resumindo, sou fã declarado e não mudo de site de jeito nenhum. Só falta colaborar (o que já fiz muito mentalmente, mas nunca concretizei no papel).

    Continuem com o excelente trabalho e tenha fé na sua marca. Não tenha medo dela. Acredite nela. Se você limar o seu receio quanto ao nome, isso facilita a sua forma de trabalhá-lo.

    Mais uma vez parabéns e um forte abraço.

    Bruno Accorsi Saruê.

    ResponderExcluir
  15. que nada... google é uma palavra estranhíssima tb e nem por isso deixa de fazer sucesso...entro no seu site a anos e nunca tive problemas em lembrar o nome...mas admito que descobri o significado hoje =))

    ResponderExcluir
  16. Bom dia Amigo !!

    Acredito que no meio da net algo que você citou a cima faz sim a diferença !! Mas , uma vez que alguém acessar o Whiplash não vai deixar de acessar e menos esquecer o nome . Sou usuário diário do site e não vejo outro para deixar-me bem informado do que rola no mundo do som mais ouvido que e o Rock And Roll...seguido de seus muitos generos .

    Abraço.

    ResponderExcluir
  17. Parabens cara. Seu site é referência quando o assunto é metal e todas as suas vertentes. Bom eu também tentei ser baixista e não consegui, não vivo de música, mas sou apaixonado por esse universo, mesmo sem entender de assuntos mais técnicos, mas dou meu pitaco há 5 anos no meu blog, que eu considero meu hobby, pois é lá que expresso minhas opiniões, dou dicas e tento contribuir para a divulgação da cultura e da boa música, em um país onde ela não tem oportunidade. O meu blog é o Jazz & Rock (www.jazzerock.com), fique a vontade para conhecer. É simples, mais é feito com muito empenho, eu mantenho ele praticamente sozinho, mesmo que com ao longo desses anos alguns leitores me ajudaram, mais na maior parte do tempo, sou eu quem segura as pontas do blog.

    Bom e mais uma vez parabens pelo Whiplash. E muito bom saber a origem do nome, achei genial, pois eu não conhecia..rs.

    Abraço

    ResponderExcluir
  18. Só um detalhe que esqueci. Em 5 anos como blogueiro, vi muitos blogs começando, mais poucos continuaram, a maioria fica parada no tempo, largada. Acho isso um grande erro. A pessoa que deseja ter um site/blog, tem que se empenhar, gastar um pouco do seu tempo para investir nele, escrever, publicar conteúdo.

    E outra, o sonho de todo blogueiro ou webmaster, é ter um lugar ao sol. É gratificante receber comentários (criticas ou elogios), e muitas vezes os leitores se esquecem desse feedback, falta empenho nos leitores em debater. Em 5 anos meu maior empenho tem sido esse, de conscientizar os leitores de que é preciso ter essa interação, e infelizmente não consigo exito nisso, muitos leem e nem se importam. Já conversei com muitos blogueiros que reclamam disso, ainda mais hoje em dia, tempos em que é mais fácil "curtir" do que deixar um comentário construtivo. Uma pena.

    ResponderExcluir
  19. João, parabéns pelo blog e desculpe por comentar em uma postagem escrita faz tempo, mas...

    Eu escrevo para um site automotivo chamado "Jalopnik". O nome é estranho, mas tem um significado e não impediu o site de crescer. Tem dois anos e já é um dos blogs de carros mais visitados do país. Acredito que o nome não interfira no crescimento do site. Eu fui mais um dos que decoraram o nome do site logo no primeiro acesso (já faz uns oito anos isso!)

    Segundo: a questão do .net é fácil de resolver. Pega o domínio whiplash.com.br e faz o .net redirecionar pra ele. Dá, não dá?

    Abraço!

    ResponderExcluir
  20. Concordo em gênero, grau e número com o que foi citado pelo Everton Missiagia. Parabéns e keep on rockin`!!!

    ResponderExcluir
  21. O nome do site jamais me incomodou e apesar de nao ter uma memoria muito boa para guardar nomes e numeros, decorei o nome do site já na primeira acessada. Curto muito essa site. É o primeiro que visito sempre que ligo o pc.

    ResponderExcluir
  22. SE VC TALVEZ DUPLICASSE O SITE CRIASSE UM OUTRO SITE COM O MESMO CONTEUDO PUBLICADO NO WHIPLASH, E DEIXASSE UM AVISO NO SITE DIZENSO QUE ESTAVA MUDANDO E FARIA ISSO DE UMA MANEIRA BEM CALMA AOS POUCOS O POVO IRIA SE ACOSTUMAR, ENTÃO NUM DADO MOMENTO QUANDO VC VER QUE O SITE CRIADO JA TEM CENTENAS DE MILHARES DE LEITORES VC EXCLUI O WHIPLASH E INVESTE EM MARKETING PRA LEVANTAR O NOVO SITE.

    PODERIA SER www.rockbrasil.com.br

    ResponderExcluir
  23. Discordo que o nome seja impróprio. Muito pelo contrário.

    Acesso o Whiplash desde seus primórdios.. 96, 97 e sempre indiquei o site a amigos e nunca ninguém teve dúvida quanto a grafia! Hoje em dia é mais facil ainda, voce joga uiplash no google e ele ja te corrige!

    acho esses nomes rock alguma coisa, metal sei la o que muito batidos e aí podem ser confundidos com algum outro site.. Whiplash é único, é uma referência!

    ResponderExcluir
  24. No final das contas, como você mesmo disse, o que importa é que Whiplash é um nome sonoro, único e poético. haha. Mas agora sério, no começo eu sempre me confundia na hora de digitar Whiplash com Wishplash ou com Wiplash. '-' mas agora tá nos favoritos e não importa mais. =D

    ResponderExcluir
  25. Cara, você falou muitas coisas certas, mas em relação a rank.. isso se corrige com comando simples me Meta Tags na sua página.
    O www (ou a não usabilidade dele) se corrige com DNS de seu dominio.

    Em outras coisas, Whiplash não é palavra comum em shows de rock mesmo, mas de Metal, assim como torcicolos, é muito comum!

    Parabéns pelo site!!!

    ResponderExcluir
  26. WHIPLASH

    É tão difícil achar um site de notícias sobre Rock e Metal tão bem feito e completo como o Whiplash que um fã do gênero adiciona ele aos favoritos logo no primeiro acesso. Com o passar do tempo e dos acessos, que não serão poucos, logo ele terá memorizado a grafia do nome do site e, mesmo que não memorize, com o avanço da tecnologia e os smartphones que tem acesso a internet, conferir a grafia não é problema.

    Quanto a sua mãe: já pensou em fazer cartões de visita??

    Quanto ao www e o .net, particularmente acho o primeiro desnecessário e o segundo original.

    ResponderExcluir
  27. Na minha opnião o nome é extremamente original e perfeito, e manteve de fora por muito tempo o tipo de "fã de rock" que não agregaria nada nos comentarios e saudosos chats do site (eu adorava o chat do whiplash qndo tinha uns 15 anos uauhahua conheci mta rockerinha la)

    whiplash.net é curto, simples e muito cool.

    E concordo com o outro cara dos comentarios la em cima, rock online rock xxxx, rock yyy, rock kkkkk, mto sem criatividade.

    Eu ja imagino que vc não vá concordar comigo, mas eu gosto mto nome do whiplash e da url haha :D

    outra coisa sobre headbangers, a grande maioria (cerca de 95%, não lembro de ngm incapaz de levar uma conversa em ingles agora) que eu conheço tem inglês entre médio e avançado. Para o tipo de publico que o site é direcionado, vc não errou no nome.

    ResponderExcluir
  28. Se o cara realmente conhece metal, vai saber escrever Whiplash!!! haha!

    ResponderExcluir
  29. Ouço falar do Whiplash desde a época das revistas sobre internet, lá pelo século passado. Mas confesso que não o frequentava porque não é minha praia. Lendo casualmente este blog, identifiquei-me totalmente com você. Sou criador e editor do site jurídico Jus Navigandi, desde 1996. Começou como hobby e hoje é uma empresa consolidada. O site tem 15 milhões de pageviews/mês. Também é colaborativo, sendo as matérias escritas pelos leitores e selecionadas pelos editores. Compartilho de sua preocupação com a tecnologia e os anunciantes. Passei por praticamente todas as fases que você também passou. Este post em particular foi a cereja do bolo. O nome Jus Navigandi parecia genial no começo (um amigo meu baterista também achou ótimo). Fazia um trocadilho com termos latinos, era bastante sonoro e ainda remetia a "navegar na internet", que era como se dizia na época. Com o tempo virou um estorvo. Ninguém acertava esse nome direito. Dava muito trabalho pra explicar. Prejudicava no Google. Virou um anacronismo pesadão. A sorte é que eu tinha registrado um domínio bem simples ainda em 1998: Jus.com.br. E este era o domínio principal utilizado. Agora que o site fez 20 anos, aproveitamos pra lançar uma nova marca, adotando nova identidade: simplesmente Jus.com.br. Contratamos uma empresa de publicidade para fazer um vídeo bacana. Colocamos uma tarja explicativa para os leitores habituais não se confundirem. Pagamos para promover o vídeo no Facebook. Adotamos dupla identidade de transição nos títulos, para o Google. E até agora vem dando certo. O pessoal gostou, achou a nova marca mais bonita e simples que a antiga. Tá certo que mesmo meus conhecidos continuam chamando o site de Jus Navigandi, mas pra mim agora é só Jus mesmo.

    ResponderExcluir